Buscando a notícia para você desde 2007 - Ano 10 -

Você sabia que existem muitas curiosidades sobre o futebol? Fique sabendo de algumas

Esse final de semana começa o o Campeonato Carioca, o torneio mais charmoso do Brasil. Por essa razão colhemos algumas curiosidades do futebol. 

Segue abaixo 10 curiosidades do futebol:

1- O primeiro estádio brasileiro, na verdade, não era um estádio


Sim, é isso mesmo. O primeiro estádio brasileiro foi o Velódromo de São Paulo, que, originalmente, desde 1875 sediava competições ciclísticas. Para abrigar um jogo entre o Paulistano e o São Paulo Athletic, uma família tradicional paulistana resolveu construir arquibancadas em torno dele, em 1902.

2- O gol 10.000 de uma Copa Libertadores é de um brasileiro


E o autor da façanha é o lateral Cicinho, ex-São Paulo. Na época em que defendia o time do Morumbi, em 2005, o jogador marcou este gol histórico sobre o rival Palmeiras, na partida vencida pelo Tricolor por 1 a 0. Detalhe: esta partida também marca o centésimo jogo do ala pelo clube.

3- A primeira partida da seleção brasileira foi contra a Argentina


É, a rivalidade não nasceu por acaso. De lá pra cá, tudo bem, damos um banho em nossos hermanos nos quesitos ídolos e títulos. Mas, este jogo, que marcou o início do confronto entre brasileiros e argentinos no futebol, não terminou bem para nós. Placar de 3 a 0 para os adversários, no dia 20 de setembro de 1914, em Buenos Aires, na Argentina.

4- Contudo, a freguesia começou sete dias depois…


Impressionante. Sete dias depois do primeiro jogo entre Brasil e Argentina, os brasileiros puderam comemorar o primeiro título sobre os rivais. No dia 27 de setembro, com um gol de Rubens Salles, a seleção bateu os argentinos por 1 a 0 e conquistou a Copa Roca.

5- Quem apelidou o Palmeiras de ‘porco’ foi o rival Corinthians


E o pior é que verdade. Em 1969, dois jogadores do Timão faleceram e o clube teve de pedir para a Federação Paulista a inscrição de mais dois atletas para a continuidade do campeonato daquele ano. O Palmeiras, contudo, foi o único time que se opôs ao pedido corinthiano. Para protestar contra a ‘sujeira’ palmeirense, a Fiel soltou um porco no Morumbi e gritou em provocação “dá-lhe porco”. Em 1986, a torcida do Verdão sucumbiu e acabou aceitando a provocação como símbolo, mascote e coro da equipe.

6- Dois irmãos já foram técnicos da seleção brasileira em Copas. E só


A seleção brasileira é a única seleção do mundo que contou com irmãos no comando do time em Copas do Mundo. Em 1954, no mundial da Suíça, o comandante verde-e-amarelo era Zezé Moreira. Oito anos depois, na Copa do Chile, seu irmão Aymoré Moreira dirigiu a equipe que sagrou-se bicampeã mundial.

7 – O primeiro jogo noturno da história brasileira


Acredite se quiser, mas o primeiro jogo noturno não teve a iluminação de refletores ou postes de luz, mas sim, de bondes. É, isso mesmo, bondes. Vinte deles ligaram seus faróis para a partida entre Associação Atlética República e Sociedade Esportiva Linhas e Cabos, disputada em um terreno da Light (atual Eletropaulo), em São Paulo.

8- Brasileirão: o maior e o menor público


Se o seu palpite para o menor público é algum jogo do São Caetano, você errou. Em 1997, no Rio Grande do Sul, Juventude e Portuguesa passaram pela vergonha de jogar no estádio Olímpico para apenas 55 torcedores, enquanto 155.523 flamenguistas e santistas tiveram a oportunidade de acompanhar a decisão do Brasileirão de 1983, disputada pelas duas equipes no Maracanã: o maior público do campeonato nacional.

9- De onde veio a expressão “olé”?


Das touradas espanholas, lógico, quando o toureiro ‘dribla’ o touro enfurecido. Mas a primeira aparição da expressão nos estádios ocorreu com um time brasileiro, o Botafogo. Os cariocas disputaram uma partida contra o América do México, no México, na década de 50. O time botafoguense era de muita qualidade e logo começou a irritar os adversários, que apelaram para as entradas duras. Para fugir delas, Garrincha e companhia começaram a dar apenas toquinhos na bola, colocando os mexicanos na roda, e aí, a torcida foi ao delírio e gritou “olé” pela primeira vez em um jogo.

10 – O real motivo pela comemoração do Dia do Futebol ser no dia 19 de julho


Quem seguiu até o fim, descobrirá o porquê da comemoração do Dia do Futebol ser no dia 19 de julho. E, na verdade, nem há tanta explicação assim. Acontece que neste dia 19 de julho, mais precisamente no ano de 1900, nasceu o primeiro time de futebol, o Sport Club Rio Grande. Alguns clubes como o Flamengo são mais antigos, mas não possuíam o futebol como modalidade em suas práticas. No Rubro-negro, por exemplo, o remo que roubava a cena.

Você sabia que seu cabelo pode virar diamante

Sim, mas não dá para ficar rico assim. 

Em laboratório, qualquer substância com bastante carbono pode virar diamante, como o pelo de um cachorro, o cordão umbilical de um bebê e as cinzas de um falecido - o cabelo é o material mais adequado porque, por conter queratina, é onde há maior concentração de carbono no corpo.

O processo é simples: basta colocar a substância no forno a uma temperatura e pressão ideais e o carbono vira diamante em questão de dias. Mas o custo do serviço (feito por empresas especializadas e com máquinas caras) é sempre muito maior do que o valor do diamante fabricado. 

Por isso, a técnica é mais usada no mercado de presentes, como forma de eternizar um pedacinho da pessoa. O valor é sentimental.

ARRANCANDO OS CABELOS

Temperatura e pressão fazem madeixas virarem pedra bruta



1. O material orgânico é colocado em um recipiente de porcelana, que se parece com uma cuia. Aberto, o pote é colocado dentro de um forno chamado de mufla, onde é aquecido a uma temperatura de 800 a 900 oC. Isso faz com que reste apenas carbono em pó no recipiente - o resto é vaporizado.

2. O pó é prensado em formato de pastilha. Antes de ir ao forno, ela pode sofrer a adição de uma substância para dar cor ao diamante. Quando a pedra estiver pronta, essa substância será banhada com radiação para ganhar o tom champanhe, amarelo, verde ou azul. Se o cliente preferir, pode ser incolor.

3. A pastilha é colocada em outro recipiente de porcelana, que é posto dentro de uma câmara especial com várias tampas de metal grosso. Lá, o material é submetido à temperatura de 1500 oC e pressão de 45 mil atmosferas (atm). Essa fase pode chegar a três semanas. Quanto mais tempo, maior o tamanho do diamante.

4. O trabalho de lapidação valoriza o diamante e ressalta suas cores. O cliente pode pedir o serviço em vários formatos e, no geral, perde-se de 40 a 60% da pedra bruta para transformá-la em joia. O processo tem várias etapas e utiliza laser e uma lixa circular para dar forma à gema.

FONTES: 
Jane Gama, gemóloga e coordenadora da Rede IBGM de Laboratórios Gemológicos, Walter Leite e Thiago C. Leite Baltar, gemólogos responsáveis pelo laboratório Realgems, e Carlos Pacheco, diretor da empresa Brilho Infinito.

Dez curiosidades sobre o sono

Você sonha colorido? Sonha somente com pessoas estranhas? O sonho alerta para algum significado? Tudo isso tentamos buscar e descobrimos 10 coisas super interessantes sobre o sono.

01 – Quanto tempo sonhamos por noite?

O neurologista Luciano Ribeiro Pinto explica que o sonho acontece na fase REM (Rapid Eye Movement), período que corresponde de 20% a 25% do período que estamos dormindo. Portanto, se descansarmos aproximadamente 8 horas diárias, permanecemos nessa fase entre um hora e meia e duas horas.

Esse momento é caracterizado pelo movimento rápido dos olhos e pela atividade cerebral ser semelhante à de quando estamos acordados.

02 – Nós sonhamos apenas com pessoas que conhecemos?

Sabe aquele sonho estranho que você teve com alguém que você mal conhece? Ele pode acontecer. O neurologista Luciano Ribeiro Pinto explica que, quando dormimos, os nossos pensamentos são uma continuidade dos fatos do dia, portanto qualquer coisa que vimos pode aparecer.

Mesmo se você cruzou com um total estranho na rua, mas ele ficou gravado na sua memória, ele pode estar no seu sonho. “Os sonhos são muito criativos, portanto qualquer acontecimento do nosso dia pode se manifestar”, explica Ribeiro.

03 – Há temas comuns entre os sonhos?

Existem temas comuns como família, amigos e sexualidade. Mas de acordo com o neurologista Luciano Ribeiro Pinto, é difícil precisar um padrão. “Os sonhos que temos durante a fase REM são pensamentos diversos, memórias que surgem aleatoriamente. Sentimentos, como ansiedade e nervosismo também podem também ser fatores que influenciam”, afirma.

04 – Todas as pessoas sonham colorido? os cegos sonham?

Muitas pessoas sonham em preto e branco, mas não sabem o motivo. Segundo o neurologista Luciano Ribeiro Pinto, isso é uma característica individual. Existem pessoas que sonham mais em preto e branco, enquanto que outros têm sonhos predominantemente coloridos.

Os cegos não têm o componente visual, portanto seus sonhos serão mais ricos em sensações auditivas e táteis. Assim como no caso do ser humano, que quando está na fase REM, mexem os olhos, outros animais, quando estão na mesma fase, costumam movimentar o focinho, que é por onde tem o seu sentido mais aguçado, o cheiro. O médico também explica que os indivíduos que ficaram cegos ao longo da vida também perdem, junto com a visão, a possibilidade de sonhar por meio de imagens.

05 – O sonho tem significado?

Aquela história que cada objeto tem um sentido único não existe, diz Luis Flávio Couto, professor de psicanálise da PUC-Minas. “A ideia de interpretação dos sonhos é algo mais folclórico, pois os acontecimentos não têm um significado oculto, eles são bem claros”, diz.

Couto explica que as mensagens dos sonhos são de cada um para si mesmo, então cabe à própria pessoa interpretar o que significam. “Eles não têm um significado universal, a apresentação dele já é uma forma de o sujeito se explicar para si mesmo”, afirma o psicanalista.



06 – Por que sonhamos com as coisas que acontecem durante o dia?

Segundo o médico especialista no sono Denis Martinez, os sonhos são expressões da memória. Uma das teorias que existem é que seria feita uma seleção, em que as coisas mais importantes são armazenadas e as mais irrelevantes são esquecidas. Por serem uma continuidade do nosso dia, as lembranças surgem de maneira aleatória, por isso, normalmente, aparecem de forma confusa.

07 – Por que temos pesadelos?

O pesadelo tem diversas causas. Eles podem ter origem em efeitos psicológicos, em causas médicas e também por estresse pós-traumático. O neurologista Luciano Ribeiro Pinto explica que alguns medicamentos podem trazer pesadelos como efeitos colaterais. Distúrbios do sono, como ronco e apneia, em que a pessoa para de respirar, podem causar pesadelos com sensação de sufocamento. Experiências muito ruins, como um acidente traumático, podem levar o indivíduo a reviver essa experiência nos sonhos.

08 – É possível controlar os sonhos?

No filme A Origem, o personagem de Leonardo DiCaprio era capaz de controlar os sonhos. E, por incrível que pareça, isso não é apenas coisa de cinema e pode acontecer na vida real. Segundo o neurologista Luciano Ribeiro Pinto, existem algumas maneiras para aumentar esse controle. Exercitar a concentração, meditar sobre um tema e ter atenção antes de dormir são algumas das melhores maneiras.

Ele ainda destaca que esses métodos são bastante usados na terapia comportamental para pessoas que sofrem com pesadelos. Os pacientes utilizam as técnicas para poder identificar quando estão tendo pesadelos, para que possam tomar controle da situação e assim amenizar o sonho ruim.

09 – Por que muitas vezes não lembramos dos sonhos?

Muitas pessoas se lembram de quase todos os seus sonhos, porém esquecê-los não é motivo de preocupação. De acordo com o neurologista Luciano Ribeiro Pinto, qualquer um pode conseguir lembrar seus sonhos. “É uma questão de hábito. Para recordar é preciso ter tempo de passar o que sonhamos para a memória, por isso precisamos permanecer um pouco acordados após o sonho, para que os pensamentos sejam registrados”, explica.

Portanto quando acordamos e lembramos de um sonho, mas logo após voltamos a dormir, podemos rapidamente esquecê-lo. Outra situação que facilita a lembrança é quando o sonho tem um forte conteúdo emocional, que seja de tal forma impactante que não consigamos esquecê-lo.

10 – As pessoas em coma sonham?

Segundo Luciano Ribeiro Pinto, neurologista da Associação Brasileira do Sono, ainda não existe estudo comprovando que isso realmente aconteça. Segundo o médico, no estado de coma ocorre um comprometimento do cérebro, portanto o indivíduo não tem um sono que passa pelas fases normais, incluindo a fase REM, período em que ocorrem os sonhos.

Para saber se a pessoa em coma sonha, seria preciso que o doente tomasse consciência e verbalizasse o sonho aos médicos, diz Ribeiro Pinto.

Agora que já sabe mais sobre o sono tenha bons sonhos ao dormir.


Você sabia que morre mais gente no Brasil do que em guerras?

O Brasil é um país que vive o aumento das taxas de homicídios a cada novo ano. É como se o Brasil fosse uma nação vivendo em uma guerra não declarada. Segundo o Mapa da Violência 2013, aproximadamente 170 mil pessoas foram mortas nos 12 maiores conflitos armados que aconteceram no planeta entre os anos de 2004 e 2007. 

No Brasil, morreram mais de 200 mil pessoas apenas entre 2008 e 2011.
Esta realidade é bastante preocupante. O Brasil não vive nenhuma guerra civil, é um país consideravelmente tolerante com as diferenças, não tem terroristas, mas, ainda assim, apresenta altas taxas de mortes violentas.

O Brasil tem uma taxa de 27,1 homicídios para cada 100 mil brasileiros. O número de assassinatos que acontecem no Brasil é 274 vezes maior do que em Hong Kong, 137 vezes maior do que na Inglaterra e 91 vezes maior do que na Sérvia.

Na Síria, por exemplo, morreram 191.000 pessoas desde o início da guerra, em 2011, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Comparativamente, no Brasil aconteceram 56.337 mortes apenas em 2014.



O país vem quebrando recordes de violência ano após ano, e já alcançou a marca do maior número de pessoas mortas em um único ano desde 1980. Além da Síria, o total de mortos no Brasil também supera o número de vítimas no conflito da Chechênia, que durou de 1994 a 1996.

24 coisas que você talvez já fez e não sabia que era ridículo

Todos talvez já passaram aqueles tempos de "vacas magras" e  fazíamos  coisas  que achávamos super natural, mas na realidade hoje em dia somos taxados de ridículos.

Veja 24 itens que tenho a certeza que você já fez:


-Esquentar a ponta da caneta esferográfica para ver se ela volta a funcionar.

-Lamber a tampa metálica do iogurte.

-Colocar palha de aço(Bombril) na antena da TV.

-Usar lápis ou elatico de dinheiro para prender o cabelo.

-Colocar maiô ou biquíni e tomar sol na represa, na laje ou atrás da casa.


-Bateu aquele vento e correu atrás do guarda sol na praia gritando: – Pega! Pega!

-Discutir com o vizinho no meio da rua. 
(Se você nunca fez, com certeza sua mãe já fez.)

-Entrar de loja em loja perguntando os preços e dizer que está só dando uma olhada.

-Fazer jogo de futebol com os times “camisa” e “sem camisa”.

-Aproveitar garrafa plástica de refrigerante e guardá-la com água na geladeira.

-Acender latinha com álcool no banheiro nos dias de frio.
-Ter somente 5 canais disponíveis . Rede TV, SBT, globo, record e band.

-Receber visita e mostrar a casa toda.

-Pedir açúcar ou café pro vizinho.

-Lamber ponta da borracha para apagar erros.

-Correr a casa inteira com chinelo havaiana na mão atrás de barata.

-Usar pregador de roupas para fechar saco de arroz, açúcar, etc.

-Guardar sobras de sabonetes para depois fazer uma bola só.

-Convidar amigos para um churrasco do seu aniversário e pedir para cada um trazer uma coisa (linguiça, carne, carvão,…).

-Fazer churrasco na churrasqueira de tijolo.

-Tomar suco de saquinho de 49 centavos e dissolver em 2 litros d’agua pra render mais.

-Colocar prego no chinelo.

-Tirar cera do ouvido com a chave do carro ou com a tampa da caneta.

-Entrar na loja de R$1,99 e querer achar um presente legal.

-Colocar água no final do shampoo.